Home > Análises > Análise | PACER
análise pacer

Análise | PACER

Análise | PACER

É difícil encontrar um gamer que cresceu na década de 90 e não tenha tido contato com F-Zero ou Wipeout. Estas duas séries de corrida futurista marcaram muitos jogadores que curtiam acelerar em naves e entrar em partidas frenéticas que desafiavam os frame rates dos consoles da época.

Foi pensando nestes jogadores que o estúdio R8, que conta com parte da equipe original de Wipeout, começou a trabalhar em PACER. O jogo indie está disponível no PC e no PS4 e em breve também estará na família de consoles Xbox. Confira a nossa análise.

De volta as pistas

PACER é um game de corrida futurista, onde se dirige naves ao invés de carros.  Ao todo existem três modos de jogo: Jogo Rápido, Carreira e Online. Seguindo o estilo dos anos 90, parte do conteúdo vem bloqueado e para ter acesso a novas pistas, armas e cosméticos é necessário pilotar em um desses modos e arrecadar dinheiro.

No modo Carreira é onde se encontra a maior diversão single player. Lá é possível explorar corridas promocionais e iniciar configurações de carreira com diferentes equipes. Ao completar os objetivos da equipe, novos conteúdos in game são desbloqueados. Já no modo online, é possível agendar partidas com amigos ou entrar em salas públicas.

Nas pistas existem três recursos coletáveis: aceleradores (azul), que carregam o modo turbo, escudo (roxo) que recupera a barra de escudo e carregador de arma (laranja). Estes itens estão presentes em todas as voltas, nos mesmos pontos, sendo assim não é necessário economizar recursos, pois é fácil de coletá-los novamente.

Riqueza em detalhes

PACER se destaca pela atenção aos detalhes. A ambientação em volta das pistas é inteiramente em 3D, além disso, elementos de animação, como banners, luzes e até mesmo a iluminação passam aquela sensação positiva em relação aos cenários.

Antes de iniciar a corrida é exibido um vídeo com detalhes da pista e durante o gameplay é possível ver que estes elementos não são estáticos e realmente estão rodando enquanto você joga. A mesma atenção foi dada as naves, que tem design caprichado e bons efeitos sonoros.

Aprimorando sua jogabilidade

Para pilotar decentemente em PACER é necessário entender a lógica por trás da jogabilidade, isto é, aprender como preparar sua nave antes da partida. Caso contrário não haverá progresso satisfatório na sua carreia.

Por exemplo, uma nave Defensive tende a ser mais devagar na sua configuração padrão, por isso, ela depende dos aceleradores na pista para não ficar em último lugar. Por outro lado, uma High Speed sofre mais dano ao se chocar com outra nave ou nas bordas pista, sendo assim, focar na coleta de escudos é importante para evitar explosões.

Além disso, é fundamental trabalhar a precisão dos comandos para ter uma boa resposta das naves. Cada configuração de nave exige um perfil de direção, assim como em jogos simuladores de carro.

Parece difícil, mas não é. Com um pouco de prática você já está apto para entrar na garagem e começar a criar customizações irreverentes.

Veredito

PACER tem em seu time de desenvolvimento uma equipe de veteranos no assunto. Por causa disso, o jogo oferece uma experiência premium dentro da categoria de games indie.

De fato, é um jogo que conversa diretamente com consumidores que já conhecem o gênero e gasta pouco tempo com introdução e preparação de novatos, consequentemente exigindo mais dedicação de quem está dando seus primeiros passos.

Por fim, pode-se dizer que PACER resgata o espírito de corrida de nave oferecendo uma gama de itens desbloqueáveis, que garantem cerca de 20 horas (ou até mais) single player para conseguir comprar tudo que o jogo tem disponível.

Nota: 8

Uma cópia para Ps4 foi cedida pela assessoria de imprensa do game para a realização desta análise.

Sobre Gabriel Magalhães

Graduado em psicologia e marketing, é jornalista de games desde 2015. Começou a jogar aos 4 anos, em um Dynavision (Dynacom) e, desde então, é um fã do mercado de jogos eletrônicos.
x

Veja Também

black ops cold war campanha

Análise | Call of Duty: Black Ops Cold War (Campanha)

Análise | Call of Duty: Black Ops Cold War (Campanha) Após um salto para o futuro a série Black Ops, ...